CICLISMO e CICLOATIVISMO
A DGE Corretora de Seguros apresenta seu servico de Seguro de Bicicletas - voce NAO VAI SE LIVRAR da famosa "ficha cadastral", mas a contratacao pode ser feita 100% on-line e isso e uma coisa otima.

Veja em quais situacoes contar com a DGE Corretora de Seguros:

ROUBO E FURTO QUALIFICADO - protecao contra roubo e furto da bike, durante o uso ou enquanto guardada ou transportada.

ACIDENTES - cobre os custos de reparo ou reposicao em acidente coberto, enquando o Segurado pedala ou transporta a bike.

RESPONSABILIDADE CIVIL - cobertura garantira os danos causados a terceiros durante a vigencia da apolice.

COBERTURA EM TODO O TERRITORIO NACIONAL - protecao em todo o Brasil, alcancando os 26 estados mais o Distrito Federal.

OUTROS PONTOS POSITIVOS A CONSIDERAR

- App Mobile, Central de Beneficios, Pontos Multiplos, Sala de Emergencia, Furto em Territorio Nacional, Danos Materiais a Terceiros, Danos Corporais a Terceiros, Acidente com veiculo transportador, Acidente enquanto pedala, Danos Parciais decorrente de acidente coberto, Pagameto com Cartao de Credito, Parcelamento sem juros, Cobre danos causados durante competicao.

A FICHA CADASTRAL PARA SOLICITAR ORCAMENTO VOCE ACESSA NESTE LINK

https://sites.google.com/site/seguroparabikes/arquivos/Ficha%20Cadastral%20Bike.xlsx

PREENCHA A FICHA E MANDE PARA SEGURO@CICLISMO.ESP.BR
Nosso "BUSCA BIKES"
Ciclismo™ 2003 / 2020
De blusa ou camiseta?

ciclismo
contador de visitas para site

Últimos assuntos
» SEGURO PARA BICICLETA
Ter 3 Maio 2016 - 13:32 por Admin

» São Paulo - SP - Polêmica das ciclovias
Seg 13 Abr 2015 - 20:21 por Admin

» FOR SALE:2014 Bikes,Trek,Scott Genius,Specialized,Cannondale & Giant Anthem Bikes
Seg 24 Nov 2014 - 14:16 por bikemall1

» CTB Código de Trânsito Brasileiro para Ciclistas
Ter 27 Maio 2014 - 13:56 por cypriano

» SOROCABA - SP
Ter 13 Maio 2014 - 20:17 por sergio_moraes

» Opinião SCOTT Speedster 50 2013 x Specialized ALLEZ 2014???
Sab 30 Nov 2013 - 23:42 por Alan Ricardo

» scott scale 970 x specialized carve comp????
Qui 21 Nov 2013 - 17:55 por Valmir Dimas de Andrade

» Bike no Paraguai
Qui 21 Nov 2013 - 8:59 por Valmir Dimas de Andrade

» Ideias para Presente com Desconto?
Sex 25 Out 2013 - 16:32 por brendaaa-santos-86

» Mundial de BMX 2013 - final
Qua 9 Out 2013 - 11:14 por Admin

» Ciclofaixas em Nova Iorque
Qua 2 Out 2013 - 14:11 por Admin

» Ciclovia musical - São Paulo - SP
Sex 23 Ago 2013 - 13:33 por Admin

» VELOCIDADE MÉDIA EM PERCURSO DE TREINO SPEED
Qua 23 Jan 2013 - 10:44 por leoquimico

» Ass savers - salve seu traseiro
Ter 1 Jan 2013 - 14:02 por Admin

» Bicicleta de PAPELÃO
Sab 29 Dez 2012 - 21:49 por Admin

Junte-se ao "Team Paraná"

Mundo das Bikes!

Indique aos amigos!
FaceBikers - clique e entre nesse Grupo!
Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Partilhe com seus amigos e fique antenado!

Conservar e compartilhar o endereço de CICLISMO e CICLOATIVISMO em seu site de social bookmarking

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 71 em Sab 9 Jun 2012 - 9:51

ZÖHRER - Pedro Zöhrer

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ZÖHRER - Pedro Zöhrer

Mensagem por Admin em Sex 29 Maio 2009 - 17:20

Histórico resumido!

"...A bicicleta me acompanhou da infância à adolescência, mas foi já adulto que, aos 20 anos, descobri as HPV (Human Powered Vehicles), mais especificamente as bicicletas reclinadas. Alguns amigos e eu gostávamos de dar longas pedaladas nos finais de semana. Saíamos de Santa Tereza (bairro do Rio de Janeiro), subíamos a estrada das Paineiras, descíamos até à Barra da Tijuca pedalando até Grumari. De lá voltávamos pela orla, passando novamente pela Barra, S. Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Flamengo.

Apesar de prazeroso,
ao final do dia chegávamos muito cansados, e pior, com dores no bumbum, nas costas, no pescoço e nos braços. Nesta época eu e a maioria usávamos bicicletas de corrida, que além de serem leves, apresentam um ótimo rendimento no asfalto. Mas as dores eram um incômodo, que desestimulava pedaladas mais freqüentes, ou mais longas. Eu me perguntava se não existiria uma alternativa melhor de conforto, sem contudo comprometer o ótimo rendimento da "Speed".
Tentei de tudo,
guidon mais alto, selim mais largo, até uma Cruizzer "Light" (precursora das atuais Montain Bikes) e, apesar de minimizarem as dores, eliminá-las parecia distante.

Até que em um belo dia, assistindo a um documentário da National Geographic na televisão, pude descobrir que outras pessoas no mundo inteiro, que, queixando-se das mesmas coisas que eu, criaram uma espécie de associação onde o objetivo era criar novos designs de bicicletas, triciclos e outros veículos de propulsão humana (HPV - Human Powered Vehicles). A meta era construir veículos mais rápidos, mais confortáveis e mais seguros, uma vez que o desenho da bicicleta tradicional não havia sido modificado substancialmente em mais de 200 anos. Foi desfilado no vídeo uma quantidade infindável de bicicletas e triciclos, alguns parecendo geringonças e outras parecendo aviões ou naves espaciais. O espetáculo de tipos e conceitos era interessantíssimo, viam-se pessoas pedalando de bruços e outras quase deitadas. Segundo o narrador o importante era não só, ser mais rápido, o que era possível graças a uma posição mais aerodinâmica, mas sim a troca de idéias e experiências entre os competidores que tentavam resolver os problemas técnicos das formas mais criativas possíveis. Este vídeo me animou de tal forma que, tendo gravado o programa, eu o revi milhares de vezes, parando, analisando e estudando. Nesta época eu acabara de ingressar no curso superior de engenharia mecânica (CEFET), e vi ali a oportunidade de pôr em prática o conhecimento que adquiria nas aulas. Após meses desenhando propostas para um projeto de HPV, finalmente me determinei a construir um triciclo experimental.

Foi com a ajuda de um grande amigo e vizinho - Derek Flinte - que, juntos, iniciamos a construção doprotótipo. Cortávamos e limávamos os tubos que eram restos de bicicletas velhas que tínhamos e levávamos as peças para serem soldadas em uma serralheria próxima. Era um passatempo muito divertido projetar, construir e experimentar. Experimentar era a parte mais empolgante, pois andar em algo jamais visto, sem saber ao certo se ia funcionar e qual seria a forma mais adequada de dirigir era uma grande aventura. Juntos construímos vários protótipos, de triciclos a bicicletas reclinadas, nossa pista de teste não podia ser melhor: ladeira, paralelepípedo, trilho de bonde. O protótipo que fosse capaz de passar por isso tudo incólume, com certeza, era de ótima qualidade. Foi nesta época que começou no Rio de Janeiro, o "Tuesday Night Bikers" e é claro que já tínhamos um ótimo protótipo para estrear no asfalto.

Nosso protótipo usava as marchas nacionais mais vagabundas, o câmbio Dimosil, freios Side Pull, rodas dianteiras aro 20'' de uma bicicleta de cross e roda traseira 27'' de uma bicicleta de corrida. Se ele fosse capaz de acompanhar as Speed Bike no passeio seria um indicativo do sucesso do protótipo e de sua filosofia de projeto. Para nossa feliz surpresa, o protótipo não só acompanhou as Speed Bikes, como em sprint, atingiu velocidades e acelerações superiores. No terreno plano ela foi capaz de atingir uma velocidade máxima de 56 km/h - marcado em um velocímetro digital Sigma Sport alemão, tendo uma média horária de passeio de 35 a 40 km/h, isso sem o inconveniente das dores no corpo.

Desde então tenho dado continuidade ao aperfeiçoamento de novos modelos de bicicletas reclinadas, cujos projetos têm sido fruto não só da minha experiência e conhecimento, mas também da contribuição de amigos e usuários que, tendo adquirido suas reclinadas, fizeram questão de dar sugestões para a melhoria do projeto. A essas pessoas inovadoras que preferiram arriscar um novo conceito e quebrar seus paradigmas em detrimento da tradição e conservadorismo,agradeço e responsabilizo pelo presente e futuro sucesso da Zöhrer bicicletas."

Fonte: http://www.zohrer.com.br
avatar
Admin
Master

Masculino
Número de Mensagens : 515
Idade : 49
Humor : ácido, constante
Data de inscrição : 21/02/2008

http://www.ciclismo.esp.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum